Alentejanos espertos…

Um alentejano apanha um comboio para ir ao Porto e senta-se ao lado de um senhor muito bem vestido. O alentejano começa a olhar e pergunta: – Por acaso você nunca apareceu na televisão? Ao que o Sr. responde: – Sim, eu costumo ir a muitos concursos de cultura geral e por isso o Sr. deve-me conhecer daí. Como a viagem vai ser longa, você por acaso não quer fazer um jogo comigo? – Pode ser. – Respondeu o alentejano. – Então fazemos assim: como eu tenho mais cultura que o Sr., você faz-me uma pergunta sobre um assunto qualquer e se eu não souber responder, dou-lhe 50 euros. A seguir faço-lhe eu uma pergunta e se não souber a resposta, dá-me só 5. Concorda? – Vamos a isso. – Respondeu o alentejano confiante. – Então eu faço-lhe a primeira pergunta. Diga-me o nome da pessoa que escreveu “Os Lusíadas”, aquele poeta só com um olho, que dignificou Portugal? O alentejano começa a pensar e passados alguns instantes diz: – Nã sei. Ê nã sei leri. – A resposta era Luís de Camões. Dê-me os mil escudos e faça-me uma pergunta qualquer. – Tomi. Bem, qual é o animali que se o encostar a um chaparro sobe-o com quatro patas e desce-o com cinco patas? – Olhe, essa nem eu sei. – Respondeu o homem muito admirado. – Então passe para cá os 50 euros. – Tome. Mas agora diga-me, que animal é esse? – Tamém nã sei. Tome lá 5.

Ciganos e o leite

Está um cigano à porta de um supermercado juntamente com a mulher e o filho ainda pequeno, a pedir leite. O comerciante, ao ver esta cena triste, decide dar um copo de leite ao cigano. Este não tem mais nada, pega no copo e bebe o leite todo sozinho. O comerciante, danado com a cena, diz ao cigano: – Oh rapaz, então eu dou-te o leite com a esperança que tu o desses ao miúdo e tu bebe-lo sozinho? – Oh senhor! – Diz o cigano – O senhor é que não compreendeu! De manhã, bebo eu o leite; à tarde, a mulher dá o leite ao miúdo; e à noite, eu dou o leite à mulher!

Ai se fosse uma taberna…

Havia um senhor muito bêbado que era casado com uma rapariga muito mais nova. E então, em vez de fazer a sua “obrigaçãozinha” lá em casa, aparecia sempre bêbado. Um dia foram passear pela rua e o homem, ao ver uma taberna, diz: – Olha uma taberna! Vou entrar!… Entrou na taberna e bebeu uns copos. Mais à frente encontrou outra taberna e disse: – Olha outra taberna! Vou entrar!… Entrou na taberna e bebeu mais uns copos. E durante o passeio, o homem continuou a entrar numa série de tabernas. Passados uns dias, o homem chegou sóbrio a casa. A mulher, ainda que desconfiada, pensou: – “Péra lá! É capaz de ser hoje!” Chegou à noite e o homem, com um ar romântico, dá-lhe um beijo na testa. Pensa a mulher: – “Queres ver que é mesmo hoje?!” O homem continua com os beijinhos e dá-lhe um beijo no queixo. A mulher delirava de contente! O homem continua a descer e dá-lhe um beijo no umbigo. – Sim, sim! – Dizia a mulher. De seguida, o homem dá-lhe um beijo no joelho e,… Deixou-se dormir. Diz-lhe a mulher irritada: – Porra! Se fosse uma taberna tinhas entrado!…

9 Sinais de que ele é o homem da tua vida

“Ah o amor… que nasce não sei onde, vem não sei como, e dói não sei porquê.” Luís Vaz de Camões

Por amor somos capazes de tudo, quando ele fala mais alto não temos medo de nada. Todos procuramos a nossa alma gémea, que viva connosco eternamente, como nos filmes da Disney, que terminavam sempre com um “ e viveram felizes para sempre”.

Mas a vida real é bem diferente, e nem sempre achar a pessoa certa é uma tarefa fácil. Nós desvendamos os 9 sinais para saberes se ele é o homem da tua vida. Toma nota!

1- Ele aceita-te como és. Até podes ser desastrada, ciumenta e confusa, mas ele ama-te mesmo assim. Sabe tudo sobre ti, coisas boas e más e mesmo assim ainda sente orgulho que tu sejas namorada dele.

2- Ele fala contigo, mas também te ouve! É atencioso, e ouve o que tens para lhe dizer sem teres que lhe explicar várias vezes.

3- Não vão dormir chateados. A discussão pode ter sido muito grande, mas o que os une é mais forte e não conseguem ir dormir de costas voltadas.

4- A vossa ideia de relação é igual. Até podem ter personalidades diferentes, mas em relação ao amor, vocês pensam da mesma maneira. Enquanto casal os vosso objetivos para o futuro são os mesmos.

5- Partilhar todos os momentos juntos. A ideia de passar o resto da vossa vida juntos não vos assusta. Ao lado um do outro, vocês sentem-se confortáveis e seguros.

6- O vosso amor é visível aos olhos de todos. A vossa ligação é tão forte a todos os níveis, que todos percebem o quanto vocês se dão bem, e formam feitos para ficar juntos.

7- Depois de um dia mau, só queres estar com ele, e ele contigo.

8- A tua felicidade é a felicidade dele. Faz tudo para te ver feliz, até as coisas mais impossíveis de realizar.

9- Com ele só tens de ser tu mesma. Não precisas ser uma pessoa que não és com ele, e nos dias em que estas de mau humor não precisas disfarçar. Ele aguenta tudo.

Sexo ajuda a combater dores de cabeça

Atividade sexual liberta endorfina, uma substância que ajuda a combater as enxaquecas.

As dores de cabeça podem ser uma desculpa para não fazer sexo. Agora, as conclusões de um estudo realizado na Universidade Southern Illinois, nos EUA, vêm comprovar que a desculpa não tem fundamento e que ter relações sexuais é também uma forma de combater as enxaquecas.”Sabemos que quando as pessoas fazem sexo libertam endorfina e a endorfina pode ajudar a diminuir a dor”, explicou a ginecologista Lauren Streicher ao ‘Huffington Post’. No entanto, a médica sublinhou que quando as dores são demasiado fortes raramente há vontade de ter relações sexuais e que ninguém deve abdicar de tomar um comprimido.Praticamente todas as mulheres que participaram no estudo viram a intensidade das suas dores de cabeça a reduzir cerca de 50% depois de terem relações sexuais.

5 motivos para fazer sexo depois dos 50 anos

São várias as razões que fazem com que nesta idade o sexo seja vivido de outra forma. Saiba quais

O tema não poderia ser mais actual em Portugal. Recentemente, recorde-se, o Supremo Tribunal Administrativo reduziu em 60 mil euros a indemnização que a Maternidade Alfredo da Costa terá de pagar a uma mulher que foi vítima de um erro médico, por considerar que, depois dos 50 anos, o sexo não é tão importante como em idades mais jovens. O caso remonta a 1995, quando a mulher, então com 50 anos, sofreu lesões irreversíveis que a impedem de ter relações sexuais, depois de uma operação.

A notícia teve repercussão em Portugal e chegou, mesmo, ao ‘The New York Times’ no dia 3 de Novembro. O jornal refere-se ao caso como sendo um “insulto”, e cita Rosa Monteiro, vice-presidente da Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres (APEM): “Este é um exemplo de como as mais altas instâncias da justiça em Portugal, além de desligadas da sociedade, insistem e persistem em negar os direitos mais básicos das mulheres que têm a obrigação de proteger”. O artigo refere ainda João Gama, professor de direito da Universidade Católica de Lisboa, que disse que a decisão reflecte “um preconceito sexista e socioeconómico”, até porque o mesmo Tribunal concedeu, recentemente, uma indemnização a um homem de 55 anos que sofreu problemas de erecção depois da sua próstata ter sido removida desnecessariamente durante uma operação. “Os tribunais valorizam a vida sexual dos idosos mas só se eles forem do sexo masculino e ricos”, acrescentou Gama.

O ‘The Huffington Post’ elaborou uma lista das cinco razões pelas quais o sexo é melhor aos 50 anos do que aos 20.

1. Juventude

É bem verdade: aos 20 anos, as pessoas pensam mais em sexo do que quando são mais velhas. Às vezes, pode ser difícil pensar noutra coisa, o que pode atrapalhar outros planos que queira cumprir com o seu parceiro. O importante é ter tempo para tudo, e para as alturas mais íntimas: afinal, a vantagem desta idade é já saber do que realmente gosta.

2. Trabalho

Aos 20 anos, a maioria das pessoas está demasiado preocupada com as suas carreiras ou em encontrar emprego. O stress pode prejudicar o desempenho no quarto, levando à frustração e, consequentemente, a mais stress. Aos 50 anos tudo é diferente: já construímos as nossas carreiras e já sabemos que há vida (e amor) para além do trabalho.

3. Prevenção da gravidez

Aos 50 anos, já foram criados os filhos e, em alguns casos, os netos. Nesta idade sabe-se que não se corre o risco de engravidar, um receio que acompanha a maioria das mulheres desde a adolescência. Esse é um factor que pode influenciar positivamente a vida sexual de um casal.

4. Crianças

Se teve filhos aos vinte anos sabe que, muitas vezes, o sexo é adiado durante anos. A partir dos 50 anos, as crianças já saíram de casa e, por isso, o sexo pode ser aproveitado de outra maneira.

5. Aquilo que se vê é realmente o que somos

É o que diz Elaine Ambrose, a autora do artigo: “Eu costumava usar roupas apertadas em várias quantidades e tamanhos, e depois comprimia o meu corpo a envelhecer dentro delas para parecer mais atraente. Como resultado, não conseguia respirar”, conta.

Acabou por deitar as roupas fora e “apresentar o corpo de 50 anos como um troféu. Até agora, o meu marido não se importa com o prémio”, assegura Ambrose.

A verdade é que nós podemos envelhecer – e os nossos parceiros não são excepção. Tenha orgulho no seu corpo e não deixe de desfrutar dele. Ambrose diz o que mais gosta no seu marido: “as rugas de expressão, o cabelo grisalho e o toque com experiência”.